9 de nov de 2012

A HISTÓRIA DE 'CHEN WANTING' - Por Violet Li

Foto :: Soraya Lacerda
A história de Chen Wanting, o criador do Tai Chi Chuan, muitos de vocês já conhecem. Afinal, não há como estudar o Tai Chi Chuan e não conhecê-lo, nem que seja superficialmente. Mas, por acaso você, sabe a história da icônica estátua deste famoso general, que fica no pátio principal do Templo da Família Chen em Chenjiagou? Não?! Ficará sabendo agora, então. Quem nos conta a história por trás do ícone, com detalhes, é nossa amiga Violet Li.

"Segundo a obra de Cui Chun Dong, "Taiji Holly Chenjiagou", Chen Wanting, nasceu em 1600 e viveu no o caos da Dinastia Ming [1368-1644], durante seus anos de corrupção e decadência. O General Chen tentava devotar suas incomparáveis habilidades militares e marciais para salvar a China, mas encontrou apenas obstáculos e adversidades. Ele se aposentou e retornou a sua cidade natal, Chenjiagou [a Villa Chen], exausto física e mentalmente, exatamente quando a Dinastia estava a beira da derrota absoluta para a resistência rebelde. Por meio da leitura de livros tradicionais como o I Ching [O Livro das Mutações], de livros da Medicina Tradicional Chinesa como o Huangting Jing e o Huangdi Neijing, e de outros clássicos, Chen Wanting teve um insight e  assim sua saúde mudou totalmente através da aplicação destes conhecimentos e da prática das artes marciais que dominava. Ao se aperceber destes benefícios ele fundiu os conhecimentos de artes marciais, com a Teoria do Yin/Yang, com a teoria do sistema de meridianos, e assim criou o Tai Chi Chuan.

Foto :: Soraya Lacerda
Hoje, dezenas de milhões de pessoas em todo o mundo se beneficiam da iniciativa de Chen Wanting, praticando o Tai Chi criado por ele. Destes, centenas de milhares, se não milhões, já lhe prestaram homenagem indo à China e visitando Chenjiagou. Um dos marcos mais importantes que todos visitam é a estátua de Chen Wanting, localizada no pátio central do templo da Família Chen. Dizem que Chen Wanting era alto e esguio, mas sua altura exata sempre foi desconhecida. Já sua estátua tem 2,5 metros de altura. O Grão-Mestre Chen Xiaowang e os outros membros da Família Chen sabiam que a estátua seria um ponto focal para turistas e praticantes, e que para tal tarefa eles deveriam convidar o melhor escultor possível.

 Acabou que não foi tão difícil assim achar a pessoa ideal para criar uma peça tão significativa: o artista taiwanês Hsieh Tong Liang. O famoso e premiado escultor, Tong Liang já foi contratado pelo governo Chinês, por museus, parques e templos para imortalizar em esculturas o patriarca fundador da China Dr. Sun Yat Sem, o generalíssimo e líder da China Nacionalista [1931-1975] Jiang Kai Shek e outros heróis históricos, bem como vários Budas, graças a suas habilidades como escultor. Muitas das obras de arte de Tong Liang estão em coleções particulares ou em exibições permanentes de museus. Ele também domina a vida acadêmica dando aulas de escultura em universidades.

Foto :: Acervo Pessoal Hsieh Tong Liang
Entretanto, o desafio de fazer a estátua de Chen Wanting, comparado com a estátua do Dr. Sun Yat Sem, por exemplo, é que deste há um grande volume de imagens suas em arquivo, enquanto que de Chen Wanting, pouca documentação havia que ilustrasse sua aparência, com exceção de alguns simples desenhos. Ainda assim, não foi difícil para Mestre Hsieh visualizar como a estátua de Chen Wanting deveria ser. Isso porque Tong Liang também pratica Tai Chi Chuan há muitos anos e está imerso na sua arte, sua história e sua filosofia.  Hsieh começou sua jornada no Tai Chi em 1986, aprendendo primeiro o Tai Chi Noventa e Nove [Jiu-Jiu] e também o estilo Yang. Depois passou a seguir o Grão-Mestre Chen Zhenglei, do estilo Chen, tornado-se em 1995 um de seus "discípulos a portas fechadas".

Profundo apreciador e praticante da arte do Tai Chi, para ele suas formas são como "esculturas em movimento", e o conceito de Yin/Yang, tão fortes no Tai Chi, servem de inspiração para suas criações artísticas. Segundo ele, o design da estátua de Chen Wanting nasceu sem esforço algum. Ele levou 2 meses para fazer o molde e outros 2 meses para finalizar a estátua. A escultura foi enviada para Chenjiagou e colocada onde está hoje em 2007. [...]

Foto :: Galeria Virtual Hsieh Tong Liang
Mesmo que nesta representação Chen Wanting esteja apenas em pé, e não adotando alguma das posturas do Tai Chi, a estátua em uma presença forte e emana, ao mesmo tempo, Jin (força), Qi (energia vital), Shen (espírito) e suavidade. Apesar da Escultura de Chen Wanting retratar fielmente o grande pai do Tai Chi, Mestre Hsieh não segue uma escola específica em sua arte, indo com desenvoltura da escultura clássica à moderna. Para ele, esculpir é apenas uma forma de expressar o sólido e o vazio... o movimento e a quietude... a firmeza e a suavidade... bem como a emoção das pessoas e seu ambiente."

Curioso para conhecer um pouco mais da obra de Mestre Hsieh Tong Liang? Faça uma visita à sua galeria virtual clicando aqui.






Por Violet Li, publicado no site St. Louis Taichi Examiner
Tradução: Soraya Lacerda
Foto 1 e 2: Soraya Lacerda
Foto 3 e 4: Do artigo original
Outros artigos de Violet traduzidos para o TAOLU, aqui.



.

Nenhum comentário: